Fazer ou não fazer pós-graduação?

Os benefícios que uma boa educação formal concede a um profissional são incontestáveis: além de agregar um amplo conhecimento teórico e prático, o indivíduo que é graduado tem mais chances de ser promovido, na maioria das vezes ganha mais e consegue, de maneira muito mais ágil, se recolocar no mercado ou trocar de emprego.

Em tempos onde a concorrência no mercado de trabalho se torna cada vez mais intensa, muitos profissionais decidem incrementar seu currículo com cursos de pós-graduação. Mas será que vale mesmo à pena investir em uma pós logo que se sai da faculdade?

Para os especialistas, não há de fato uma regra. A situação varia caso a caso e depende muito da trajetória pessoal e profissional de cada um.

Jovens que nunca trabalharam, por exemplo, quando emendam uma pós-graduação logo depois de terminar a faculdade, acabam ficando “perdidos”, visto que o novo curso só vai alimentar o conhecimento teórico. Em contrapartida, aqueles que sempre trabalharam ou estagiaram na área só tem a ganhar, visto que o conhecimento adquirido no mercado poderá ser transposto para outro ambiente, fazendo com que os novos saberes sejam absorvidos de uma maneira muito mais satisfatória.

Por essa razão, é interessante traçar desde cedo, de preferência enquanto ainda se está na faculdade, quais caminhos tomar. O estudante deve entender que a pós-graduação possui duas linhas distintas que cumprem objetivos diferentes: a stricto e a lato sensu. Enquanto a primeira engloba especializações, MBA e mestrado voltados para o mercado de trabalho, a stricto sensu compreende mestrado e doutorado e é escolhida, na maior parte das vezes, por aqueles que desejam uma carreira na área acadêmica. O lato sensu nada mais é do que uma maneira de instrumentalizar uma profissão, concedendo ao profissional as ferramentas necessárias para que ele se especialize em uma área mais específica. Tido por muitos como uma continuação do que foi aprendido na graduação e por esse motivo especialistas aconselham que ele seja feito logo após o término do curso.

Vale dizer que não adianta nada cursar uma pós-graduação apenas pelo título. É preciso estar disposto a aprender e se dedicar com todo o afinco do mundo, uma vez que a postura do aluno em sala de aula pode ser decisiva em seu futuro – já que seus colegas e professores poderão tomar uma imagem negativa de você e fazer com que você fique “queimado” no mercado de trabalho.

por: Thiago Dantas.


Cadastre seu currículo na Manager Online e tenha acesso a ótimas vagas de empregos!

You may also like...