Gastronomia e Hotelaria: setores em franca expansão

A eminência da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016 fez com que muitos brasileiros começassem a se preparar para os eventos desde já. E quando eu digo se “preparar” não me refiro a treinar para os jogos ou comprar TVs maiores (apesar de que isso também tem acontecido com frequência), mas sim em se “preparar” para para os empregos que surgirão (o Ministério do Turismo prevê que dois milhões de vagas serão abertas para atender a demanda do segmento). Profissionais experientes dos setores de hotelaria, turismo e gastronomia procuram cursos para se aprimorar enquanto outros, que não possuem vivência nas áreas citadas, investem pesado em sua formação.

O curso de Gastronomia, um dos mais concorridos da temporada, atrai estudantes que visam ascensão e reconhecimento. Especialistas afirmam que a oferta de vagas de empregos rompe qualquer barreira de região e ultrapassa supostos muros culturais, fazendo com que o mercado absorva profissionais para trabalharem em toda a parte do mundo. A exaltação do exótico e as idiossincrasias regionais aquecem ainda mais o setor. Se a oferta de trabalho e o interesse aumentou, a exigência do mercado – e do próprio consumidor – também: há registros de que renomados restaurantes só contratam pessoas pós-graduadas.

Investir na educação sempre vale à pena. Tendo em vista que, de acordo com o Ministério do Turismo, o Brasil deverá investir, até 2014, R$ 11 bilhões de reais na construção de novos hotéis – o que garantirá a hospedagem de aproximadamente 600 mil turistas estrangeiros e mais de 3 milhões de brasileiros -, se torna até meio óbvio dizer que o mercado de trabalho reconhecerá o esforço.

por: Thiago Dantas.


Procurando vagas de empregos na área gastronômica e hoteleira? Encontre na Manager Online!

You may also like...