Mercado de trabalho aquecido em Santa Catarina

No último fim de semana o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou dados do PNAD – a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios. O estudo, que tem como principal objetivo traçar um panorama da vida do brasileiro, apontou que o estado de Santa Catarina possui o maior índice de crianças e adolescentes na escola e também o maior volume de jovens no mercado de trabalho.

De acordo com a pesquisa, o povo catarinense é o que, proporcionalmente falando, mais trabalha, estuda e tem poder aquisitivo para adquirir bens de consumo de custo considerável – como carros e eletrodomésticos.

O mais interessante, entretanto, é perceber como os dados relacionados a educação estão intrinsecamente ligados a questão de empregos: enquanto o PNAD mostra que o 99,2% das crianças entre 6 e 14 anos estão na escola, sabemos que os moradores de Santa Catarina possuem, em média, 11 anos a mais de estudo em relação ao brasileiro comum e que, por conta disso, têm maior número de oportunidades no Estado.

Na prática, o número de pessoas que tem entre 20 e 39 anos de idade está acima de 80%. Os bons índices refletem também na oferta de vagas de empregos. Atualmente, no site da Manager Online há cerca de 8.662 oportunidades abertas em Santa Catarina.

por: Thiago Dantas.

You may also like...