Perder emprego após os 50 anos trás risco de infarto

Archives of Internal Medicine, um respeitável periódico médico estadunidense, publicou nos últimos dias uma pesquisa que revelava curiosa. Segundo eles, perder o emprego após os cinquenta anos aumenta consideravelmente o risco de uma pessoa sofrer um infarto.

Para chegar a tal conclusão os pesquisadores entrevistaram, com um intervalo de dois anos, 13.451 indivíduos com idade entre 51 e 75 anos entre 1992 e 2010. Nesse período ocorreram mil infartos. Eles notaram que entre os que perderam o emprego houve um risco de infartar 35% maior em relação aos que continuaram empregados. Perceberam que o risco se torna ainda mais acentuado caso a pessoa perca o emprego mais de uma vez – podendo chegar até 63% se o profissional for demitido de quatro atividades.

Para Linda George, uma das autoras do estudo, o desemprego é tão impactante que ele se assemelha a outros fatores de risco, como tabagismo e obesidade. Marcos Knobel, cardiologista do Hospital Albert Einstein, corrobora o que Linda diz e fala que o desemprego é o principal fator estressante – principalmente entre executivos acima dos cinquenta anos.

por: Thiago Dantas.


Procurando emprego? Fique tranquilo, na Manager tem! Veja vagas aqui.

You may also like...