O Básico

O intuito de um curso superior, a priori, é instruir o aluno com conhecimentos teóricos e práticos sobre um universo de conhecimentos específicos. Com as habilidades adquiridas, o estudante se torna apto e se sente mais seguro para desempenhar as funções exigidas em sua vida profissional, além de, secundariamente, ser melhor quisto no mercado de trabalho.

Contudo, formação universitária não é tudo. Alguns dos principais pontos avaliados na hora da contratação estão relacionados a características que não são, necessariamente, aprendidas em uma sala de aula. Trabalhar bem em equipe, ter empatia, espírito competitivo e responsabilidade são itens imprescindíveis.

E por mais básico que possa parecer, muita gente ainda peca pelo óbvio e demonstra uma postura considerada inadequada.

Não saber como lidar com outras pessoas, por exemplo, é quase sempre um problema. Em tempos onde a sinergia é um conceito que se faz presente nos ambientes corporativos, querer se sobressair sozinho acaba se tornando um erro fatal e prejudica não só o desempenho em suas atividades como também seu futuro, uma vez que com a alta rotatividade manter relacionamentos profissionais saudáveis é palavra de ordem.  Tão importante quanto ter tato é ser comprometido com o serviço que desempenha. Por isso, dedique-se e entregue o seu melhor. Ser polido e pontual são pontos mais do que positivos.

Se você ainda estuda, aproveite os trabalhos em grupo e os estágios para conhecer gente; dessa maneira você estará apto para gerir crises e ampliará sua rede de networking. E encare os prazos e datas de entrega das atividades e projetos como um exercício de organização. Ao longo dos anos, o hábito estará intrinsecamente ligado à você.

E, como vocês bem sabem, cumprir o básico, às vezes, faz toda a diferença.

 

por: Thiago Dantas


 Cadastre seu currículo na Manager e tenha acesso a excelentes oportunidades de emprego!

You may also like...