Renda das mulheres cresce 83% nos últimos 10 anos

renda-mulher

Embora os homens ainda liderem o mercado de trabalho, as mulheres conquistam a cada dia cada vez mais espaço.

Um exemplo disso é a renda delas, que cresceu, segundo dados divulgados pelo instituto Data Popular, 83% nos últimos dez anos – saltando de R$ 602 bilhões em 2003 para R$ 1,1 trilhão em 2013. O crescimento foi possível graças as mudanças sociais que aumentou a presença da mulher no mercado de trabalho e nas salas de aula. O reflexo dessas mudanças podem ser sentidos até hoje e o empoderamento da mulher se torna mais evidente. Com mais autonomia, elas acabam consumindo mais e movimentando a economia e o comércio como um todo.

Renato Meirelles, sócio e diretor do instituto, afirma que a massa de renda das mulheres é de R$ 1,1 trilhões – e, se somada, é superior a renda de toda a Classe C (que reúne 104 milhões de brasileiros e representa 53% da população total do país.

Analisando a evolução das mulheres no mercado por um prisma mais abrangente, é possível constatar que nos últimos vinte anos houve um aumento de 162% no número de mulheres com carteira assinada – o que, na prática, corresponde a onze milhões de brasileiras no mercado de trabalho formal (uma soma que equivale a quase toda a população do Rio Grande do Sul).

Mesmo com os avanços dados a passos largos, em relação aos ganhos dos homens as mulheres seguem em desvantagem: enquanto a renda delas é de R$ 1,1 trilhões, a soma da população masculina chega a R$ 1,6 trilhões – o que é sinal de que ainda há muito para ser conquistado.

por: Thiago Dantas.


Cadastre seu currículo na Manager Online e tenha acesso a ótimas vagas de empregos!

You may also like...