Você acha ou você pensa?

homemduvida

Em uma das músicas mais famosas da banda de rock Engenheiros do Hawaii há um verso intrigante: “Mas a dúvida é o preço da pureza, e é inútil ter certeza“. A divagação, embora faça sentido em algum nível pessoal e subjetivo, não tem valor no âmbito corporativo, uma vez que no ambiente de trabalho não há espaço para achismos.

É preciso saber do que se fala. Se basear em dados e/ou experiências reais, ler sobre as novidades de sua categoria profissional e se manter inteirado com o que se passa no mundo pode ser de grande auxílio para tomar decisões e minimizar a chances de cometer equívocos.

Deixando o achismo de lado, vale lembrar que nosso cérebro registra palavras e as interpreta de imediato. Tendo em mente isso, uma forma de passar mais confiança para os outros e se mostrar mais seguro de si é aniquilar a construção frasal “eu acho…” de seu vocabulário. Tente, em vez de usá-la, iniciar suas frases com “eu penso que…”, “eu acredito que…”, “o meu posicionamento a respeito desse tópico é…” e derivados. Se perguntam algo que você não sabe, é aconselhável que você diga que “num primeiro momento pensa que…”, mas que “precisa buscar mais informações para dar um parecer correto”.

Isso vale, inclusive, em entrevistas de emprego e dinâmicas de grupo – já que nenhum selecionador gosta de candidatos inseguros.

Pense ao invés de achar. E evolua!

por: Thiago Dantas.


Cadastre seu currículo na Manager Online!

You may also like...