Trabalho Temporário

Faltando pouco mais de 3 meses para as festas de fim de ano as empresas já se movimentam em busca de profissionais.

De acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário (Asserttem), a estimativa é de que sejam abertas cerca de 140 mil vagas em todo o Brasil, 11% a mais em comparação ao ano passado. Ao que tudo indica, 30% das vagas serão destinadas para jovens que buscam o primeiro emprego.

Para Jismália de Oliveira Alves, diretora da Asserttem, os bons números estão intrinsecamente ligados com o crescimento do poder de consumo das famílias: “Um grande contingente da população está subindo de classe social. Com mais dinheiro no bolso, esses consumidores vão em busca não só de presentes, mas de itens para melhorar o conforto no cotidiano“.

Impulsionados pelas necessidades de consumo, os setores de serviços e comércio são os que possuem as perspectivas mais interessantes de contratação. O maior shopping center de São Paulo, por exemplo, vai contratar 2.000 pessoas. Especialistas afirmam que o total de vagas na cidade ultrapassará os 40 mil empregos. Em Porto Alegre as empresas pretendem contratar quase 10 mil funcionários, no Distrito Federal serão abertas 2 mil novas vagas, enquanto que no Mato Grosso a previsão é de que 5,5 mil empregos sejam gerados. Outras cidades que despontarão como expoentes na contratação temporária serão o Rio de Janeiro, Recife, Salvador e Belo Horizonte.

… Mas afinal, vale a pena trabalhar em regime temporário?

Engana-se quem pensa que aceitar trabalho temporário é demérito ou perda de tempo. Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e Trabalho Temporário, cerca de 28% das vagas temporárias serão prorrogadas em regime de contratação definitiva. Isso significa que a cada quatro postos de trabalho um deles será efetivo.

Além da alta chance de contratação, ingressar em uma vaga temporária acarreta ao profissional uma vivência única em termos de aprendizado, uma vez que os lojistas e prestadores de serviço acabam “trabalhando dobrado” para suprir a demanda de clientes.

Vale ressaltar ainda que os trabalhadores temporários em relação aos benefícios possuem os mesmos direitos que os funcionários fixos.

Por todos os motivos expostos pode-se dizer que setembro é uma das épocas mais promissoras para quem procura uma ocupação ou tenciona entrar no mercado de trabalho. Cadastre seu currículo na Manager Online e concorra a milhares de vagas!


por: Thiago Dantas.

You may also like...

Deixe uma resposta