Aumenta a quantidade de empregos formais no Brasil

Cimar Azeredo, pesquisador do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), acredita que a crise iniciada em setembro de 2008 ficou definitivamente para trás. De acordo com pesquisa realizada pelo instituto, a taxa de desemprego do Brasil é de apenas 6,7% – a menor de toda a série histórica iniciada em 2002.

Além do aumento dos postos de trabalho com carteira assinada houve também a melhoria na qualidade do emprego: visto que os trabalhos com carteira assinada, em agosto deste ano em relação ao mesmo período de agosto do ano passado, cresceram 7,2%, acima do aumento de 3,2% da população ocupada.

Números reais apontam que em agosto deste ano foram gerados 691 mil empregos – sendo 685 mil com carteira assinada.

Nas palavras de Cimar, “O emprego com carteira tem crescido de forma bastante satisfatória. A carteira de trabalho, em termos relativos, está crescendo mais do que a população ocupada. A geração de postos de trabalho tem atendido em parte à população desocupada. Esse resultado deve ser comemorado, visto que a gente está batendo recorde da taxa de ocupação num mês de agosto. Geralmente isso acontece em dezembro”.

Em todo o país, as regiões metropolitadas com as menores taxas de desemprego são Porto Alegre (4,6%), Belo Horizonte (5,2%) e Rio de Janeiro (5,7).

O bom ritmo de crescimento só confirma que a crise ficou mesmo para trás.

por: Thiago Dantas.

You may also like...

Deixe uma resposta