O Excesso de Trabalho em Taiwan

Em 2010 o engenheiro Hsu Shao-Pin, de 29 anos, foi encontrado morto após ter um ataque cardíaco. Seis meses antes, Hsu havia trabalhado uma média de 99 horas-extras por mês.

Um caso semelhante aconteceu com Hsieh Ming-Hung, de 30 anos. Ele, que era um engenheiro de eletrônicos, morreu em fevereiro de 2012 no dormitório da fábrica em que trabalhava. Antes de falecer se tem notícias de que ele fazia cerca de 68 horas-extras por mês.

Casos como o de Hsu e o de Hsieh são chocantes, assustadores e, infelizmente, absurdamente comuns em Taiwan. De acordo com dados divulgados pelo governo, em 2011 morreram quase 50 trabalhadores por trabalhar mais do que o permitido por lei. Um ponto comum entre eles, além das horas-extras, é que a grande maioria tinha entre 20 e 40 anos de idade.

O elevado índice, que deveria funcionar como alerta, acaba sendo apenas uma triste estatística, uma vez que as empresas que permitem que os funcionários trabalhem tanto enfrentam punições brandas. Quando um trabalhador falece em virtude de exaustão, o Departamento de Seguro oferece às famílias das vítimas até 3,75 vezes do que o salário anual do trabalhador.

Para Peng Feng-Me, especialista em segurança e saúde do Departamento de Trabalho do governo de Taiwan, o problema maior não é a ausência de leis trabalhistas e sim a “mentalidade” da população. Em tempos em que se preza uma melhor qualidade de vida, trabalhar tanto assim parece ilógico. Contudo, muitos trabalhadores ainda acham que tem a obrigação de cumprir horas e mais horas em seus respectivos empregos:

“Há leis, mas há problemas com o cumprimento das leis. Isso tem a ver com a cultura local.”

Segundo a legislação vigente em Taiwan, as empresas não podem cobrar que os trabalhadores cumpram uma jornada de mais de 46 horas-extras por mês. No entanto, há uma brecha: caso o contratante e o empregado concordem, há a possibilidade de que o trabalhador cumpra uma jornada maior.

No Brasil as coisas são um pouco diferentes: é permitido que um trabalhador tenha uma jornada de 8 horas diárias e 44 horas semanais, podendo ser acrescida a essa jornada até duas horas-extras por dia (o que daria 10 horas de trabalho por dia).

por: Thiago Dantas.


Procurando emprego? Cadastre seu currículo na Manager Online e tenha acesso a milhares de vagas de empregos!

You may also like...