Futebol no ambiente de trabalho

Ontem à noite o Sport Club Corinthians Paulista, conhecido simplesmente como Corinthians, protagonizou um dos jogos mais emblemáticos de todos os tempos. Ao jogar contra o tradicional Boca Juniors, da Argentina, o time paulistano ganhou seu primeiro título na Copa Libertadores da América. O ineditismo da ação (o clube existe desde 1910 e nunca tinha ganhado o campeonato) deixou os torcedores em êxtase.

Comemorações, fogos de artifício e muita festa marcaram o dia de ontem – e de hoje – em toda a cidade de São Paulo. A alegria e comoção dos torcedores trazem à tona um tema que, vira e mexe, volta a pauta: como lidar com seu lado torcedor no ambiente de trabalho?

Seja você corintiano ou não, é importante ficar atento a sua postura e na sua forma de tratar o esporte em seu ambiente de trabalho. Por mais que brincadeiras e provocações façam parte da vida de qualquer torcedor, é vital que elas sejam abrandadas.

Isso porque reações que são consideradas comuns entre os amigos e a família, podem ser entendidas por seus colegas como exageradas e gerar antipatias que o perseguirão durante toda sua jornada dentro da empresa. Então, evite falar palavrões (o “chupa!”, mesmo não sendo considerado palavrão, também deve ser evitado); preste atenção em seus interlocutores (se por ventura alguém responder seu comentário adotando um tom mais sério, é porque o limite foi ultrapassado) e não leve cornetas, bandeiras ou adereços que remetam a seu time para sua mesa.

No fim das contas, toda brincadeira é bem-vinda, desde que haja respeito.

por: Thiago Dantas.


Todos os dias a Manager Online cadastra cerca de seis mil novas vagas de emprego. Cadastre seu currículo!

You may also like...